>5S Implantação e Auditoria

A metodologia possibilita desenvolver um planejamento sistemático, permitindo de imediato maior produtividade, segurança, clima organizacional e motivação dos funcionários, com consequente melhoria da competitividade organizacional.

Os propósitos da metodologia 5S são de melhorar a eficiência através da destinação adequada de materiais (separar o que é necessário do desnecessário), organização, limpeza e identificação de materiais e espaços e a manutenção e melhoria do próprio 5S.

Os principais benefícios da metodologia 5S são:

  • Maior produtividade pela redução da perda de tempo procurando por objetos. Só ficam no ambiente os objetos necessários e ao alcance da mão;
  • Redução de despesas e melhor aproveitamento de materiais. A acumulação excessiva de materiais tende à degeneração;
  • Melhoria da qualidade de produtos e serviços;
  • Menos acidentes do trabalho;
  • Maior satisfação das pessoas com o trabalho.

>Consultoria em Treinamentos

Trabalhamos com uma equipe altamente capacitada formada por Engenheiros, Técnicos em segurança do trabalho e Bombeiros Militares com o conhecimento teórico e prático necessário para agregar valor aos profissionais e empresas que relacionamos mediante nossos treinamentos.

>Direção Defensiva

Direção defensiva ou condução defensiva é o conjunto de medidas e procedimentos utilizados para prevenir ou minimizar as consequências dos acidentes de trânsito. Baseado na noção de que em todo acidente sempre está presente uma falha humana relacionada ou a negligência, ou imprudência, ou imperícia, a direção defensiva pretende que o motorista que a emprega seja um elemento ativo na alteração ou eliminação dos fatores que possam vir a causar acidentes.

Os princípios de direção defensiva dividem-se em cinco grupos: Conhecimento, Atenção, Previsão, Habilidade, Ação.

>Formação de Brigada de Emergência

Capacitar, atualizar e certificar profissionais em conformidade com a NBR-14276, nas ações de prevenção e combate a princípios de incêndios. Instrumentalizar os participantes do curso a procederem de forma segura, garantindo assim sua própria segurança, das possíveis vítimas e do patrimônio em risco.

>Manuseio e Armazenagem de Produtos Perigosos

Orientar e Capacitar os profissionais para o correto manuseio e armazenagem de produtos químicos perigosos, preservando a integridade física e a segurança de todos os envolvidos.

>Meio Ambiente e Saúde Ocupacional

O treinamento ajuda as instituições a prevenir a propagação de infecções, a propaganda negativa e vultosas multas por não estar em conformidade. Como fornecedor de programas de treinamento na área de saúde ocupacional, entendemos as necessidades únicas de capacitação para os profissionais da área de saúde. Desde o treinamento para a prevenção de infecções até o cumprimento das normas, nossos cursos o ajudarão a proteger a segurança e saúde de seus colaboradores, mediante a educação contínua e a cumprir com o que é determinado pelo governo.

>Semana Interna de Prevenção de Acidente do Trabalho (SIPAT)

Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) é um evento obrigatório nas empresas instaladas no Brasil segundo a legislação trabalhista.

A SIPAT deve ser organizada anualmente pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) em conjunto com o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) com o objetivo de conscientizar os empregados sobre a saúde e segurança no trabalho além da prevenção de acidentes.

Durante a semana são realizadas atividades envolvendo os empregados com o objetivo de promover a conscientização, em geral com foco em um tema definido anteriormente. Entre as atividades estão palestras , treinamentos, avaliações médicas, atividades lúdicas, entre outras .

>NR-5 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA)

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA – tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar compatível permanentemente o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador.

Devem constituir CIPA, por estabelecimento, e mantê-la em regular funcionamento as empresas privadas, públicas, sociedades de economia mista, órgãos da administração direta e indireta, instituições beneficentes, associações recreativas, cooperativas, bem como outras instituições que admitam trabalhadores como empregados.

>NR-6 – Equipamento de Proteção Individual (EPI)

O objetivo principal deste treinamento é conscientizar o funcionário sobre o uso correto e conservação dos equipamentos de uso individual (EPI’s) para a finalidade que se destina.

Segundo a NR 06, considera-se Equipamento de Proteção Individual -EPI, todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis.

>NR-10 – Segurança Instalações Serviços com Eletricidade

Este curso atende às exigências da Norma Regulamentadora 10, que estabelece os requisitos e condições mínimas objetivando a implementação de medidas de controle e sistemas preventivos, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores que, direta ou indiretamente, interagem em instalações elétricas e serviços com eletricidade.

Se aplica às fases de geração, transmissão, distribuição e consumo, incluindo as etapas de projeto, construção, montagem, operação, manutenção das instalações elétricas e quaisquer trabalhos realizados nas suas proximidades, observando-se as normas técnicas oficiais estabelecidas pelos órgãos competentes e na ausência ou omissão destas, as normas internacionais cabíveis.

O treinamento atende a exigência do curso básico constante do anexo da norma, aborda os conceitos teóricos e práticos relacionados à segurança em instalações e serviços eletricidade para os profissionais que interagem com instalações. Durante o curso o aluno executa exercícios que facilitam a assimilação das situações mais frequentes.

>NR-10 – Segurança no Sistema Elétrico de Potência (SEP)

Este curso aborda conteúdos e aprofunda práticas sobre operações e procedimentos quanto à condução segura de trabalhos com eletricidade. Este treinamento tem como pré-requisito a participação e aproveitamento da ação de Trabalho em Eletricidade Básico (NR10).

>NR-11 – Segurança na Movimentação de Cargas

Tem por objetivo ensinar sobre como garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores que interagem com transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais.
Conteudo Programático:

  • Introdução a NR 11
  • O que são equipamentos de movimentação de materiais?
  • Cuidados Especiais em Elevadores e no Içamento
  • Classificação dos Equipamentos de Içamento e Transportadores
  • Inspeções dos Equipamentos e Acessórios de Movimentação de Cargas
  • Segurança e treinamento no uso de equipamentos de transporte manual e motorizado
  • Equipamentos de Transporte Motorizados em Locais Fechados
  • Normas de segurança do trabalho em atividades de transporte de sacas
  • Transporte Manual e Mecanizado de Sacas
  • Riscos e Lesões no Transporte Manual de Cargas
  • Medidas de Prevenção de Risco no Transporte Manual de Cargas
  • Armazenamento de materiais
  • Empilhamento por Processo Mecanizado
  • Normas de Segurança sobre Carga e Descarga de Materiais
  • Normas de Segurança para Galpões de Carga e Descarga e Armazéns
  • Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Chapas de Mármore, Granito e outras rochas

>NR-12 – Máquina e Equipamentos

Capacitar o operador na execução de suas atividades e na operação de máquinas, como verificar os equipamentos e demonstrar as habilidades necessárias para uma operação segura, precisa e eficiente. Aulas teóricas / práticas possibilitam que o aluno entre em contato com várias técnicas contextualizadas, permitindo total esclarecimento de suas dúvidas e maximizando a efetividade do treinamento.

>NR-13 – Segurança na Operação de Caldeira

Tem como objetivo capacitar o funcionário para atuar na operação e controle de caldeiras, de acordo com a NR13, de forma que as condições previstas no projeto original e nos projetos de alteração sejam atendidas, visando práticas seguras de operação.

>NR-17 – Ergonomia

Toda empresa deve treinar os colaboradores para os riscos relacionados a ergonomia, sobre postura adequada, regulagem de cadeiras, levantamento e transporte de materiais, pausas obrigatórias, posição correta referente a forma de segurar objetos, meios de transporte de materiais, e demais conceitos.

O objetivo é conscientizar os trabalhadores da empresa da importância sobre o tema ERGONOMIA.

>NR-18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção

Todos os empregados devem receber treinamentos admissional e periódico, visando a garantir a execução de suas atividades com segurança.

O treinamento admissional deve ter carga horária mínima de 6 (seis) horas, ser ministrado dentro do horário de trabalho, antes de o trabalhador iniciar suas atividades, constando de:

  • a) informações sobre as condições e meio ambiente de trabalho;
  • b) riscos inerentes a sua função;
  • c) uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual – EPI;
  • d) informações sobre os Equipamentos de Proteção Coletiva – EPC, existentes no canteiro de obra.
>NR-23 – Proteção Contra Incêndio

O objetivo é capacitar, atualizar e certificar os profissionais conforme as exigências da NR 23 – Proteção Contra Incêndios e também da NBR 14276, nas ações de prevenção e combate a princípios de incêndios.

Instrumentalizar os participantes do curso a procederem de forma segura, de modo a garantir sua própria segurança, das possíveis vítimas e do patrimônio em risco.

>NR-33 – Segurança Contínua em Espaço Confinado / 2008

Apresentar os riscos envolvidos e capacitar os funcionários com as técnicas utilizadas em espaços confinados, em acordo com NR 33 – Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados, NBR 14606 – Postos de Serviço – Entrada em espaço confinado, NBR 14787 – Espaço Confinado – Prevenção de acidentes, procedimentos e medidas de proteção, e recomendações da OSHA.

>NR-35 – Trabalho em Altura

Uma das principais causas dos acidentes de trabalho graves e fatais se deve a eventos envolvendo quedas de trabalhadores de diferentes níveis. Os riscos de queda em altura existem em vários ramos de atividades e em diversos tipos de tarefas, mas principalmente na Construção Civil.

Por isso a presente norma regulamentadora foi elaborada pensando nos aspectos da gestão de segurança e saúde do trabalho para todas as atividades desenvolvidas em altura com risco de queda. Como existe uma infinidade de diferentes trabalhos em altura, com dinâmicas diferenciadas, esta norma propõe a utilização dos preceitos da antecipação dos riscos para implantação de medidas adequadas para cada situação de trabalho para que o mesmo se realize com a máxima segurança.

>Primeiros Socorros

Preparar os participantes com conhecimento e habilidades para identificar e avaliar um cenário de emergência, desenvolvendo e aplicando procedimentos e técnicas básicas de socorrista para garantir um melhor atendimento a um acidentado, analisando os problemas, identificando lesões, e acionando o mais breve possível, os profissionais qualificados.

>Palestra Doenças Sexualmente Transmissíveis

Tem como objetivo alertar e conscientizar os trabalhadores de setores diversos e a população em geral quanto às doenças sexualmente transmissíveis e a AIDS, assim como suas formas de contágio e tratamento.

>Segurança em Montagem de Andaimes

Esta Norma fixa as condições exigíveis de segurança dos andaimes quanto à sua condição estrutural, bem como de segurança das pessoas que neles trabalham e transitam. Esta Norma se aplica aos andaimes que servem para auxiliar o desenvolvimento vertical das construções, bem como aqueles que operam em construções já elevadas para efeito de reparos, reformas, acabamentos, pinturas, torres de acesso, outros.

>Treinamentos de Rac’s: Requisitos de Atividades Críticas – Padrão VALE
  • RAC 01 – Trabalho em Altura
  • RAC 02 – Veículos Automotores
  • RAC 03 – Equipamentos Moveis
  • RAC 04 – Bloqueio e Sinalização
  • RAC 05 – Movimentação de Cargas
  • RAC 06 – Espaço Confinado
  • RAC 07 – Proteção de Máquinas
  • RAC 08 – Atividades em Taludes
  • RAC 10 – Produtos Químicos Perigosos
  • RAC 11 – Trabalho com Eletricidade
>Sistema de Gestão de Segurança

Realizamos toda a gestão de segurança em sua empresa, disponibilizamos um técnico em período parcial ou total para atendê-los conforme as exigências das Normas Regulamentadoras do Ministério do trabalho:

  • 1. Orientar e coordenar o sistema de segurança do trabalho, investigando riscos e causas de acidentes, analisando política de prevenção.
  • 2. Inspecionar locais, instalações e equipamentos da Instituição e determinar fatores de riscos e de acidentes.
  • 3. Propor normas e dispositivos de segurança, sugerindo eventuais modificações nos equipamentos e instalações e verificando sua observância, para prevenir acidentes.
  • 4. Inspecionar os sistemas de combate a incêndios e demais equipamentos de proteção.
  • 5. Elaborar relatórios de inspeções qualitativas e quantitativas, conforme o caso.
  • 6. Registrar em documento próprio a ocorrência do acidente de trabalho.
  • 7. Manter contato junto aos serviços médico e social da Instituição para o atendimento necessário aos acidentados.
  • 8. Investigar acidentes ocorridos, examinar as condições, identificar suas causas e propor as providências cabíveis.
  • 9. Elaborar relatórios técnicos, periciais e de estatísticas de acidentes.
  • 10. Orientar os funcionários da Instituição no que se refere à observância das normas de segurança.
  • 11. Promover e ministrar treinamentos sobre segurança e qualidade de vida no trabalho.
  • 12. Promover campanhas e coordenar a publicação de material educativo sobre segurança e medicina do trabalho.
  • 13. Participar de programa de treinamento, quando convocado.
  • 14. Participar de reuniões de trabalho relativas a sua área de atuação.
  • 15. Executar tarefas pertinentes à área de atuação, utilizando-se de equipamentos de medição e de programas de informática.
  • 16. Executar outras tarefas compatíveis com as exigências para o exercício da função.